Connect with us

Tecnologia

WhatsApp, Instagram e Facebook apresentam instabilidade nesta sexta

Usuários ao redor do mundo relataram dificuldades para visualizar o posts no Facebook e no Instagram e para enviar mensagens no WhatsApp nesta sexta-feira (19), por voltas das 14h.

Os três aplicativos pertencem à Meta, nome que substituiu o Facebook Inc. e agora é usado para se referir à marca responsável pelos produtos da companhia.

A falha durou cerca de 40 minutos e não foi generalizada – algumas pessoas conseguiram usar os serviços durante o período.

O site Downdetector, que reúne relatos de instabilidade, chegou a mostrar mais de 700 reclamações para o WhatsApp às 14h:

WhatsApp teve alta em notificações sobre falha nesta sexta-feira (19) — Foto: Reprodução/DownDetector

O Instagram, por sua vez, chegou a mais de 400 relatos de instabilidade:

Fonte: G1.

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tecnologia

Pirelli lança pneu que veda o furo sozinho, produzido em Feira de Santana

A Pirelli apresentou atualizações para a linha Cinturato P7 e Scorpion, incluindo a série HT. No entanto, o destaque é uma nova tecnologia que veda furos sem a necessidade de intervenção externa.

O novo sistema, batizado de Seal Inside estará disponível em breve para diversos modelos da marca, abrangendo pneus de aro de 16 até 19 polegadas em 20 medidas distintas.

Diferentemente do que acontece com um pneu run flat, que pode rodar vazio por ter a carcaça do pneu mais resistente, o Seal Inside não precisa de uma roda específica e será mais barato, custando no máximo 15% a mais que um equipamento convencional – o run flat custa pelo menos 30% a mais.

Quando o objeto é removido, o material se move para o orifício, vendando a saída de ar. Com o Seal Inside, quando um pneu é perfurado, o material selante é incorporado ao objeto que causou o furo.

Produzida no Brasil, na fábrica de Feira de Santana, a tecnologia permite que o veículo continue rodando e evita a perda de pressão de ar dos pneus em casos de perfurações por um objeto de até 4 milímetros de diâmetro localizado na banda de rodagem, como um prego, por exemplo.

Quando o pneu é perfurado, imediatamente uma massa vedante incorpora-se ao objeto causador da perfuração, impermeabilizando todo o seu contorno, caso ele permaneça no pneu. Quando esse objeto é removido do pneu, a massa vedante é “arrastada” para o interior do orifício, selando a perfuração.

Fonte: Correio24horas.

Continue Reading

Tecnologia

Winity vence 1º lote do leilão do 5G e Brasil ganha nova operadora

A Winity II Telecom, ligada ao Patria Investimentos — líder em gestão de ativos alternativos na América Latina, arrematou por R$ 1,427 bilhão o primeiro lote na faixa de 700 MHz do leilão do 5G iniciado nesta quinta-feira (4/11) e que vai até amanhã. A faixa oferece internet de altíssima velocidade em todo o território nacional e, com a sua aquisição pela Winity, o Brasil ganha mais uma operadora de telecomunicação.

O lance ocorreu após Claro, Vivo e TIM arrematarem lotes na faixa de 3,5 GHz (gigahertz ), que é a principal do leilão, realizado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Além da Winity, que pagou valor 805% superior ao lance mínimo previsto no edital (de R$ 157 milhões), o leilão da faixa de 700 MHz teve lances de outras duas empresas, das 15 participantes do certame — NK 108, que ofereceu R$ 333 milhões pela faixa, e VDF, que ofereceu R$ 318 mi.

Vale destacar que, com a venda da Oi Móvel em um processo de recuperação judicial da operadora Oi, o Brasil passou a ter apenas três empresas autorizadas à prestação de serviços de telefonia móvel com abrangência nacional: Claro, TIM e Vivo. Com o arremate da faixa de 700 MHz do 5G, a Winity se juntará em breve ao grupo. Para isso, a operadora terá que cumprir algumas obrigações previstas no edital como levar internet a 31 mil quilômetros de rodovias federais e à localidades sem tecnologia 4G. A outorga de direito de uso da empresa para exploração do serviço é de 20 anos.

Winity

Criada há cerca de um ano pela Pátria Investimentos, a Winity é a nova plataforma de infraestrutura wireless do Patria, grupo que possui grande experiência em telecomunicações, para “desenvolver, construir e operar Infraestrutura Wireless, composta por ativos de redes de telefonia móvel, sistemas de cobertura indoor e novas tecnologias de conectividade wireless”, segundo informações oficiais do site da empresa.

Fonte: CorreioBraziliense.

Continue Reading

Tecnologia

iFood tem nomes de restaurantes trocados por frases pró-Bolsonaro e ataques políticos

Uma falha no aplicativo de entregas iFood causou espanto em usuários na noite desta terça-feira (2). Capturas de tela do app divulgadas em redes sociais mostravam que nomes de estabelecimentos cadastrados na plataforma apareciam com nomes trocados por “Bolsonaro 2022” e “Petista Comunista”, por exemplo, sendo o ex-presidente Lula (PT) um dos principais alvos do ataque.

O problema foi confirmado pela empresa dona do aplicativo.

Os restaurantes do iFood também apareciam com seus nomes trocados por outras frases ofensivas, como “Marielle Franco Peneira” (em referência à vereadora do PSOL do Rio de Janeiro, morta a tiros em 2018). Havia também lemas usado por grupos contra vacinas (“Vacina Mata”).

Os usuários do serviço de delivery chegaram a atribuir a falha a um ataque hacker, o que foi desmentido pela plataforma. As reclamações de usuários no Twitter indicam que a mudança nos nomes ocorreu em diferentes partes do país, como Florianópolis, Salvador, Natal, Criciúma e no ABC Paulista.

Em nota, o iFood confirmou ter identificado na noite desta terça-feira que alguns estabelecimentos cadastrados na plataforma tiveram seus nomes alterados.

“Aproximadamente 6% dos estabelecimentos cadastrados na plataforma tiveram seus nomes alterados. A empresa tomou medidas imediatas para sanar o problema e proteger os dados de restaurantes, consumidores e entregadores.”

A investigação interna do iFood apontou que não ocorreu um ciberataque à plataforma e que o incidente foi causado por um operador de atendimento de uma prestadora de serviços que tinha permissão para ajustar informações dos restaurantes.

“O acesso da prestadora de serviço foi imediatamente interrompido, e os nomes dos restaurantes já estão sendo restabelecidos”, diz a empresa.

Ainda segundo o iFood, os meios de pagamento não são armazenados nos bancos de dados da plataforma e ficam gravados apenas nos dispositivos dos próprios usuários. “Portanto, não há qualquer indício de vazamento da base de dados pessoais cadastrados.”

Fonte: BNews.

Continue Reading

Siga-nos no Instagram:

Facebook

Mais Lidas