PT aciona TSE contra Bolsonaro e PL por irregularidades em convenção

O Partido dos Trabalhadores (PT) e a federação formada entre a legenda, o PCdoB e o PV acionaram nesta segunda-feira (25) o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por supostas irregularidades na convenção que consagrou Jair Bolsonaro candidato à reeleição pelo PL, no último domingo. 

As siglas veem propaganda eleitoral vedada no evento e desinformação no discurso do presidente aos apoiadores.

A ação será relatada pela ministra Cármen Lúcia. Os partidos afirmam ainda que a apresentação da dupla sertaneja Mateus e Cristiano, responsável pelo jingle da campanha, dentro do Maracanãzinho configura um showmício, o que é vedado pela lei eleitoral.

O PT afirma que Bolsonaro cometeu “uma série de infrações à legislação eleitoral” ao citar informações alegadamente falsas e ao atacar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. 

A representação do partido sustenta que o evento do PL não poderia ser usada como palanque político, uma vez que a propaganda eleitoral está autorizada apenas onze dias após o fim do prazo limite para as convenções partidárias, que termina no dia 5 de agosto. (Metro1)

Veja Também

spot_img

Mais Recentes