China inicia exercícios militares em torno de Taiwan; 11 mísseis foram disparados nesta quinta

A China disparou aos menos 11 mísseis balísticos em direção a Taiwan, nesta quinta-feira (4). Os disparos fazem parte dos exercícios militares, que começaram em retaliação pela visita da presidente da Câmara dos EUA, Nancy Pelosi à Taiwan. 

Os disparos foram feitos de um arquipélago chamado Pingtan, que fica a cerca de 130 km de Taiwan. Segundo o governo da ilha, eles atingiram alvos na água, mas veículos como o nacionalista Global Times disseram que eles sobrevoaram o território taiwanês. 

Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, mesmo os mísseis sendo de curto alcance DF-11, eles poderiam atingir 300 km de alcance. Taipé, a capital de Taiwan, considera que os exercícios são desenhados para mostrar como seria feito um bloqueio aeronaval da ilha, já que Pequim divulgou seis áreas de manobras em torno do território.

De outros pontos foram disparados foguetes de artilharia de longo alcance. Também há relatos de navios de guerra chineses posicionados ao largo da costa oeste de Taiwan, além de helicópteros militares terem sido vistos em Pingtan. (Metro1)

Veja Também

spot_img

Mais Recentes