Connect with us

Amargosa

Prefeito de Amargosa é denunciado ao MPE por gastos com publicidade


Os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) julgaram procedente a denúncia contra o prefeito de Amargosa, Júlio Pinheiro dos Santos Júnior, por gastos com publicidade, nos exercícios de 2017 a 2019. A decisão foi proferida na sessão desta quinta-feira, 10, e recomendou também a representação ao Ministério Público Estadual (MPE) para apurar a possível prática de atos de improbidade administrativa.

O conselheiro Fernando Vita, relator do parecer, determinou a formulação de representação ao Ministério Público Estadual, para que seja apurada a prática de ato de improbidade administrativa. O prefeito foi multado em R$8 mil e ainda cabe recurso.

Segundo a denúncia, os gastos com publicidade aumentaram de forma substancial, quando comparados com os efetuados pela gestão passada, nos exercícios de 2013 a 2016. Conforme o TCM, somente um contrato, no valor de R$950 mil, seria maior que o valor gasto com publicidade em 2017, 2018 e até junho de 2019.

Este contrato teria sido celebrado com a empresa “CCA Comunicação e Propaganda Ltda” para prestação de serviços especializados de publicidade para os órgãos da Prefeitura Municipal de Amargosa.

Foram questionados também os gastos realizados com a campanha publicitária “Mais cuidado pelas pessoas”, no valor total de R$139.025,59, com banners em sites, criação e produção de spot, disparo via whatsapp e SMS, mídia digital, pesquisa de opinião pública, produção de fotos, veicularão de 12 placas de outdoor e mensagens em rádio.

Desse montante, R$55.080,00 foi gasto com pesquisa de opinião pública, o que seria considerado excessivo, devido à crise financeira vivenciada pela prefeitura.

Foi destacado ainda o fato que os gastos com publicidade de Amargosa são maiores quando comparados aos praticados por municípios do mesmo porte. O Ministério Público de Contas, em seu pronunciamento, se manifestou também pela procedência da denúncia, sugerindo a aplicação de multa. Fonte: ATarde

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Amargosa

Covid-19: Amargosa registra 07 casos nas últimas 24hs


Nas últimas 24 horas, foram realizadas 19 coletas PCR no município de AmargosForam confirmados 07 novos casos de Covid-19:

Mulher, 22 anos
Mulher, 34 anos
Mulher, 39 anos
Mulher, 37 anos
Mulhet, 42 anos
Homem, 29 anos
Homem, 29 anos (laboratório particular)

Foram registrados 21 resultados negativos.

Mais 02 pacientes estão recuperados no município:

Mulher, 55 anos
Homem, 55 anos

Neste momento, Amargosa possui 42 casos ativos, 288 recuperados e 09 óbitos provocados pela Covid-19.

Continue Reading

Amargosa

Covid-19: nenhum caso é registrado nas últimas 24h em Amargosa


DICOM – PREFEITURA MUNICIPAL DE AMARGOSA
Boletim Médico: 17 de Setembro de 2020

Nas últimas 24 horas, foram realizadas 12 coletas PCR no município de Amargosa sem novos casos de Covid-19.

Recebemos 01 Resultado PCR Negativo do Lacen.

Realizamos 12 Testes Rápidos com resultado negativo.

Registramos 08 pacientes recuperados no município:
Mulher, 19 anos
Homem, 27 anos
Homem, 41 anos
Homem, 24 anos
Mulher, 37 anos
Mulher, 56 anos
Mulher, 26 anos
Homem, 36 anos

Neste momento, Amargosa possui 37 casos ativos, 286 recuperados e 09 óbitos provocados pela Covid-19.

Continue Reading

Amargosa

Prefeitura de Amargosa estabelece novas medidas contra Covid-19


DICOM – PREFEITURA MUNICIPAL DE AMARGOSA

Transportes foram retomados, estabelecimentos têm flexibilização para funcionamento com restrições e aulas seguem suspensas nas redes públicas e privadas de ensino

Seguindo o Decreto nº 97 de 16 de setembro de 2020, a Prefeitura Municipal de Amargosa estabelece novas medidas de enfrentamento à covid-19. O documento prevê reabertura com portas abertas de estúdios de pilates, academias de saúde, estabelecimentos de estética, bares, restaurantes, lanhouses, sorveterias e congêneres, mediante apresentação de plano de contingenciamento e aprovação deste pela Vigilância Sanitária Municipal.

Após aprovação do plano, os estabelecimentos devem funcionar da seguinte forma: restaurantes, lanchonetes e similares (a partir de 21 de setembro de 2020, de segunda a domingo, das 8h às 22h); academias, estúdios de estética e similares (a partir de 01 de outubro de 2020, de segunda a domingo, das 5h às 22h) e bares (a partir de 01 de outubro de 2020, de segunda a domingo, das 8h as 22h).

O Terminal Rodoviário está reaberto, mas deve seguir protocolos como parada obrigatória dos veículos de transporte coletivo de passageiros nas barreiras sanitárias para aferição de temperatura das pessoas e embarque e desembarque no perímetro urbano apenas nos pontos Santa Rita (Largo da Igreja Santa), Catiara (a ser instalado na Rua João Leal Sales nº 30) e Rodoviária.

A Feira Livre segue em funcionamento exclusivo para comercialização de produtores locais. Aos domingos e feriados, em Amargosa, podem funcionar supermercados, minimercados, mercados, padarias, hortifrutigranjeiros, mercearias (exceto para o consumo de mercadorias no próprio estabelecimento), farmácias e drogarias, postos de combustíveis, lojas de Insumos médicos e hospitalares, imprensa de modo geral, funerárias, hotéis e pousadas, oficinas de veículos, borracharias e postos de lavagem e óticas.

Todos os estabelecimentos cujas atividades estão autorizadas a funcionar (inclusive com restrições) devem seguir à risca os cuidados com higienização e uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) por parte dos colaboradores e clientes, além das medidas apontadas no decreto a fim de evitar aglomerações e o risco de contágio com o covid-19.

Ficam suspensos

Estão suspensos todos os eventos públicos e particulares cuja previsão de aglomeração seja superior a 100 pessoas, bem como velórios (devendo ocorrer apenas o funeral sem ultrapassar 100 pessoas e restrito à família). Já o decreto nº 98/2020 determina a continuidade da suspensão de aulas até 31 de outubro de 2020 em todas as escolas de Amargosa, sejam elas nas redes pública municipal, estadual ou privada de ensino. Mais informações podem ser obtidas pelos decretos em anexo.

Continue Reading

Siga-nos no Instagram:

Facebook